📧E-MAIL


CONTATO@CUFACOLIDER.ORG.BR

 

📱 CONTATO


 (66) 9 9974 - 9559

Colíder (MT), 26 de maio de 2019

▪ Notícias

16/11/2018 15:14

Comitê Multi-Institucional visita a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Colíder

Na última sexta-feira, 9, o Comitê Multi-Institucional de Colíder, representados pelo presidente do Comitê, Ex.mo Sr. Juiz do Trabalho Mauro Roberto Vaz Curvo e Clodoveu Bernardes Filho, Diretor da Vara do Trabalho de Colíder, fizeram uma visita à Usina de Triagem e Compostagem da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Colíder-MT, ACMAR.Na última sexta-feira, 9, o Comitê Multi-Institucional de Colíder, representados pelo presidente do Comitê, Ex.mo Sr. Juiz do Trabalho Mauro Roberto Vaz Curvo e Clodoveu Bernardes Filho, Diretor da Vara do Trabalho de Colíder, fizeram uma visita à Usina de Triagem e Compostagem da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Colíder-MT, ACMAR.
A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis é referência em todo o estado de Mato Grosso e o Comitê contribuiu com a aquisição de equipamentos de proteção (EPIs), além de uma Empilhadeira, um Prensa, uma Correia Transportadora e uma Correia Elevatória.

Antes da aquisição desses equipamentos a forma de trabalho era extremamente perigosa e insalubre, pois todo a produção era feita sem equipamentos de proteção (EPIS) e de forma improvisada, com destaque para o carregamento manual dos fardos de materiais recicláveis.
O Juiz do Trabalho Mauro Roberto Vaz Curvo em sua fala destacou que os projetos aprovados pelo Comitê Multi-institucional em prol da ACMAR traz benefícios para toda a sociedade de Colíder, uma vez que que além de promover a geração de renda de famílias em vulnerabilidade social, traz benefício para o meio ambiente com a coleta dos materiais e a posterior reutilização destes.
O Juiz mencionou, ainda, que é objetivo da Justiça do Trabalho promover o trabalho seguro. Segundo ele, foi criado no âmbito da Justiça do Trabalho de Mato Grosso, um grupo de trabalho interinstitucional (GETRIN23) que visa contribuir com a implementação de políticas públicas e promover o diálogo com a sociedade e entre instituições públicas e privadas, realizando o intercâmbio de informações para fiel cumprimento das normas de saúde e segurança no trabalho.
Assim, em sua fala, concluiu o Dr. Mauro Vaz Curvo, que o fornecimento de equipamentos de proteção e maquinário adequado aos catadores tem como escopo garantir que os trabalhadores possam desempenhar as suas atividades de forma segura, salubre, protegida e adequada, evitando acidentes e doenças ocupacionais, garantindo melhor qualidade de vida destes.  
Por fim, o MM Juiz enfatizou aos trabalhadores a importância da utilização dos equipamentos de proteção, bem como o respeito às instruções presentes nos maquinários, para garantir um ambiente de trabalho mais seguro para todos.

Clodoaldo Gonçalves, presidente da ACMAR, recepcionou os visitantes e mostrou todas as áreas de produção, os maquinários adquiridos e a forma com que os trabalhos são executados.
Esses equipamentos novos, automatizados e eficazes facilitam o desempenho das atividades das 18 famílias que trabalham no local. Dando um suporte melhor, oferecendo menos riscos e mais segurança, gerando mais empregos, evitando doenças ocupacionais e diminuindo o desgaste físico. Uma vez que, as atividades, eram totalmente braçais e tinham o contato direto com o lixo.
“Somos muito gratos ao Comitê e a Vara do Trabalho de Colíder, nós vivemos deste trabalho e passamos muitas dificuldades e é muito gratificante ver que tem pessoas que olham pela gente” Ressaltou com alegria Clodoaldo Gonçalves.
“Trabalhamos aqui mais de 10 anos, e nestes últimos 2 anos conquistamos tantas coisas e isso é maravilhoso” Disse Maria de Oliveira muito emocionada.
A entidade é de muita importância não só para o município de Colíder, e sim para todo o estado, os trabalhos executados por eles muitas vezes não tem o reconhecimento merecido pela população, porém é algo que beneficia a todos, gerando benefícios ao meio ambiente, e ao próprio ser humano citando a diminuição e a prevenção de riscos na saúde pública, pois os resíduos não são destinados ao aterro sanitário e com isso não contamina o solo, os rios e o ar, que indiretamente causariam doenças e também não favorece a proliferação de agentes patogênicos que causam doenças diretamente.
A reciclagem também gera vantagens econômicas como a economia de recursos naturais, diminuição de gastos na limpeza urbana, no tratamento de doenças, controle da poluição, na construção de aterros sanitários, na remediação de áreas degradadas, com a energia elétrica, entre outros, além, de gerar empregos, tanto para a população não-qualificada quanto para o setor industrial.
 
Alguns benefícios da reciclagem:
1 tonelada de papel novo precisa de 50 a 60 eucalíptos, 100 mil litros de água e 5 mil KW/h de energia, enquanto 1 tonelada de papel reciclado precisa de 1.200kg de papel velho, 2 mil litros de água e 1.000 a 2.500KW/h de energia, evitando a utilização de processos químicos, a poluição ambiental, reduzindo em 74% os poluentes liberados no ar e em 35% os despejados na água.
 
O vidro é 100% reciclável, portanto não é lixo, 1kg de vidro reciclado produz 1kg de vidro novo. Uma tonelada de vidro reciclado evita a extração de 1,3 tonelada de areia, economiza 22% no consumo de barrilha (material importado) e 50% no consumo de água.
O plástico é derivado do petróleo, recurso natural não renovável com a previsão de esgotamento dentro de 40 anos. A sua reciclagem economiza até 90% de energia e gera mão de obra pela implantação de pequenas e médias indústrias. 100 toneladas de plástico reciclado evita a extração de 1 tonelada de petróleo.
A reciclagem de 1 tonelada de aço economiza 1.140kg de minério de ferro, 155kg de carvão e 18kg de cal.
Na reciclagem de 1 tonelada de alumínio economiza 95% de energia, 5 toneladas de bauxita e evita a poluição causada pelo processo convencional: redução de 85% da poluição do ar e 76% do consumo de água.

Origem dos Recursos
Os recursos destinados para a ACMAR são oriundos de condenações aplicadas pela Vara do Trabalho de Colíder em ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho.
Os projetos foram aprovados pelo Comitê Multi-Institucional de Colíder, entidade criada no âmbito da Vara do Trabalho de Colíder e que atualmente conta com a participação das seguintes entidades: Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Justiça Estadual, Ministério Público Estadual e OAB Subseção Colíder.
 
Por Thalia Pereira


Titulo fixo

▪ PARCEIROS SOCIAIS

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Onde Estamos

CUFA COLÍDER - MT
RUA MACHADO DE ASSIS, 551
NOSSA SENHORA DA GUIA
AO LADO DO PLANO FAMILIAR PAX NORTE
CONTATO: (66) 9 9974 - 99559
2009 / 2019 - CUFA COLÍDER MT - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / Para entrar em contato conosco: CONTATO@CUFACOLIDER.ORG.BR
Titulo fixo
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo